Fotoeducação em Pedro Leopoldo é Lei

Desde 2013, na cidade de Pedro Leopoldo, Região Metropolitana de Belo Horizonte, as crianças do ensino infantil e fundamental das escolas públicas e privadas aprendem fotoeducação na sala de aula.

15-dez-2016

Desde 2013, na cidade de Pedro Leopoldo, Região Metropolitana de Belo Horizonte, as crianças do ensino infantil e fundamental das escolas públicas e privadas aprendem fotoeducação na sala de aula. Proposta pelo dermatologista Abrahão Osta, a Lei Municipal 3366/2013 criou o “Programa de Prevenção ao Câncer da Pele Sol Amigo”. Meninos e meninas em idade escolar são instruídos, em atividades extracurriculares, sobre os efeitos excessivos do sol na vida das pessoas.

De acordo com Abrahão, é importante tratar a conscientização para o câncer da pele de forma permanente. “Todos os anos participo da campanha do Dia C e observo que os pacientes aparecem com lesões, tratam, e no próximo ano aparecem com novas lesões cancerígenas, ou seja, os danos solares são cumulativos”, observa. Para ele, a prevenção deve começar desde cedo, com as crianças, para que a exposição ao sol inadequada ao longo da vida não aconteça. Essa foi a motivação para a Lei, segundo o dermatologista.

A ideia é que, além de as crianças aprenderem sobre fotoproteção: quais os efeitos excessivos do sol, os horários de maior incidência, o uso de roupas, chapéus e cremes protetores; elas possam ajudar a divulgar as informações recebidas na escola para os pais, familiares e amigos. “Elas serão multiplicadoras da prevenção ao câncer da pele”, finalizou Abrahão.