Primeira Reunião Científica de 2018 se dedica à dermatologia pediátrica

No sábado, 3 de fevereiro, os diretores da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Minas Gerais (SBD-MG) receberam os especialistas e residentes de Minas Gerais para a primeira Reunião Científica de 2018.

08-fev-2018

No sábado, 3 de fevereiro, os diretores da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Minas Gerais (SBD-MG) receberam os especialistas e residentes de Minas Gerais para a primeira Reunião Científica de 2018. O evento, que aconteceu no Hotel Mercure Lourdes, em Belo Horizonte, foi dedicado a assuntos da dermatologia pediátrica, com palestras de importantes nomes da dermatologia mineira.

Em sua fala de abertura Ana Cláudia de Brito Soares, presidente da SBD-MG, deu as boas-vindas aos presentes, parabenizando os dermatologistas pelo sua dia, comemorado em 5 de fevereiro. Ela falou sobre o dever que cada dermatologista tem de valorizar o nome da Sociedade. O que, segundo ela, não tem sido feito por um grupo de especialistas que insistem infringir as regras de propaganda médica do Conselho Federal de Medicina (CFM). “O CFM já se posicionou pela proibição da publicação de selfies do médico com seu paciente, portanto nossa função é prezar pelo nome da SBD e dos dermatologistas”, alertou Ana Cláudia.

A Reunião Científica se iniciou com a apresentação de Casos Clínicos da Santa Casa de Belo Horizonte, do Hospital Militar e do Hospital das Clínicas da UFMG. Em seguida, a dermatologista Cláudia Márcia Resende Silva apresentou o tema “Atualização em hemangiomas e malformações vasculares”, em que apresentou as diferentes classificações dos tumores vasculares, afirmando a importância da especificação do hemangioma para saber de que forma conduzir. A aula “Diagnóstico diferencial das manchas hipo e acrômicas na infância” foi ministrada pela dermatologista Paula Rezende Salomão. De acordo com ela, as manchas hipocrômicas e acrômicas na infância são motivos frequentes de consultas na dermatologia pediátrica e um desafio para o profissional.

Dando continuidade à Reunião, a dermatologista Mônica Zerbinatti fez uma palestra sobre “Dermatoses mais frequentes do couro cabeludo na infância (tinha, dermatite seborreica e psoríase)”. A diretora da SBD-MG, Flávia Vasques Bittencourt, iniciou sua aula lembrando a mineira Maria Ester Massara Café, importante nome da dermatologia pediátrica no Brasil, que também foi reverenciada durante a Reunião por Cláudia Márcia e Paula Rezende. “No início da Reunião, nossa presidente Ana Cláudia falou de ética no exercício da medicina e a Ester era um exemplo de ética”, comentou Flávia, que falou sobre “Nevos melanocíticos na infância”. Finalizando a Reunião Científica, o dermatologista Bernardo Gontijo ministrou aula sobre “Quando pedir testes alérgicos na dermatite atópica”.