SBD-MG no Dia C contra o Câncer de Pele

 

No dia 2 de dezembro (sábado), de 9 às 15h, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove, em todo o Brasil, o Dia C – Dia Nacional de Combate ao Câncer da Pele. Na ocasião, serão realizadas avaliações gratuitas em diversos postos de atendimento, em praticamente todo território nacional. Em Minas Gerais, a ação é de responsabilidade da SBD-MG e será coordenada pela dermatologista Michelle dos Santos Diniz, 2ª secretaria da instituição. Acontecerá em dez postos de atendimento de oito cidades do estado. A diretoria da SBD-MG destaca a importância de especialistas e residentes se apresentarem como voluntários, pois é um dos principais momentos de afirmação da Dermatologia no Brasil.

 

Os postos de atendimento de Minas Gerais são: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da UFMG e Santa Casa, em Belo Horizonte; Hospital Universitário da UFJF e Hospital Universitário e Maternidade “Therezinha de Jesus” da Faculdade Suprema, em Juiz de Fora; Núcleo de Atenção à Saúde e de Práticas Profissionalizantes, em Montes Claros; Ambulatório Dr. Plínio do Prado Coutinho, em Alfenas; Centro de Especialidades Médicas Dr. Ibrahim Hissa, em Pedro Leopoldo; Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, em Uberaba; Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia e Faculdade de Medicina de Barbacena.

 

Dia C em 2016

A edição do Dia C de 2016 contou com 129 postos de saúde de 25 estados brasileiros que priorizaram atendimento, diagnóstico e tratamento do câncer da pele. Para isso, foram mobilizados cerca de 3 mil dermatologistas, que realizaram, gratuitamente, exames preventivos e encaminharam as pessoas com lesões suspeitas para tratamento. A ação, realizada pelo 17º ano pela instituição, resultou em 28 mil atendimentos, sendo que foram identificados 3.400 casos suspeitos.

 

Dezembro Laranja

O Dia C abre a programação do #DezembroLaranja, mês de combate ao câncer da pele, e visa disseminar o maior volume possível de informações sobre acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuindo para a redução dos casos da doença.